Skin Care: Ácido Hialurônico e Suas Aplicações

Quanto mais o tempo passa, mais os sinais da idade vão aparecendo. A nossa pele envelhece junto com o corpo e começamos a nos incomodar com rugas, linhas de expressão, flacidez, bigode chinês, olheiras e manchas. As mãos vão ficando mais envelhecidas e magras, aspecto que também incomoda muita gente. Vários são os fatores que desencadeiam esse envelhecimento, dentre eles está a degradação do ácido hialurônico, levando a perda de hidratação, volume e sustentação da face. 

O ácido hialurônico é uma substância presente em nossos ossos, músculos e principalmente na pele, que tem a função de fazer sustentação, preenchimento, proliferação, regeneração e reparação do tecido, fazendo parte da estrutura de suporte e hidratação da região.

Com os avanços da ciência e das tecnologias, foi possível desenvolver cremes que contém essa substância na formulação, bem como géis à base de ácido hialurônico que, ao serem injetados na pele, conseguem reestabelecer a estruturação, sustentação e volume das áreas afetadas pelo processo de envelhecimento.

Dessa forma podemos destacar os diversos benefícios do uso do ácido hialurônico:

  • Hidratação;
  • Prevenção do envelhecimento precoce da pele;
  • Correção de rugas e linhas de expressão;
  • Controle da Flacidez;
  • Suavização de alguns tipos de olheiras;
  • Fortalecimento da pele;
  • Volumização de áreas que foram perdendo sua projeção ao longo dos anos.

Formas de Aplicação

Pode- se utilizar o ácido  hialurônico em dermocosméticos na superfície da pele ou injetado nas camadas mais profundas durante o procedimento conhecido como “preenchimento”.

O preenchimento com ácido hialurônico deve ser efetuado em consultórios e clínicas, por um médico dermatologista ou cirurgião plástico, com anestesia tópica ou injetável local. A injeção pode ser feita com agulhas, mas a técnica mais segura utilizada atualmente é com o uso de cânulas (dispositivo metálico com a ponta arredondada que não corta o tecido), diminuindo assim o risco de injeção do gel dentro de um vaso de sangue.

Dependendo da indicação e da região a ser tratada, o produto é injetado mais profundamente ou superficialmente na pele. Algumas regiões têm particularidades, como por exemplo os lábios. Para preenchimento dos lábios, o médico pode optar pela realização de um bloqueio anestésico (semelhante ao realizado em procedimentos odontológicos), trazendo maior conforto para o paciente durante o preenchimento. 

O ácido hialurônico preenche o espaço entre as células e pela sua capacidade de atrair água para o local em que foi aplicado, ele melhora não só as rugas, como também a hidratação da pele. As principais regiões em que o ácido hialurônico é utilizado são as olheiras, sulcos nasolabial e labiomentoniano (mais conhecidos como o bigode chinês e linhas de marionete), lábios, região malar (maçãs do rosto) e contorno da mandíbula.

Contraindicações e Recomendações

Não recomendo a aplicação de ácido hialurônico em:

  •  Portadores de doenças autoimunes em atividade, como o Lúpus Eritematoso Sistêmico;
  • Grávidas e mulheres em processo de amamentação exclusiva;
  • Pessoas imunossuprimidas;
  • Pessoas com alergia a qualquer componente da formulação;
  • Presença de inflamação ou infecção no local a ser tratado;

Não há idade mínima (ideal ser acima dos 18 anos para mulheres e 21 anos para homens), para que seja feito o preenchimento facial com ácido hialurônico, porém geralmente por volta dos 25 anos aumenta a procura pelo procedimento.

A depender do resultado almejado, uma sessão pode ser suficiente. Nessa sessão, pode ser indicada aplicação de 1 ml do produto (1 seringa) caso a queixa seja pontual, até 8-10 ml caso o intuito seja melhorar a harmonia global da face (sustentação malar, projeção do mento, definição do contorno da mandíbula, volumização dos lábios).

Os efeitos do preenchimento facial com ácido hialurônico aparecem logo após o tratamento, mas se tornam mais visíveis algumas semanas após a sessão, momento em que o inchaço do rosto é amenizado. Ele não é permanente e tem uma duração média de 12-24 meses (conforme características do produto e do paciente), sendo reabsorvido pelo organismo após esse período.

As massagens no local da aplicação nas seis horas posteriores ao preenchimento facial devem ser evitadas. Depois desse período o paciente está liberado para realizar limpeza suave, aplicar protetor solar e maquiagens. O protetor solar previne o aparecimento de manchas na região das equimoses (manchas arroxeadas na pele). A prática de atividades físicas nas 24 horas posteriores ao procedimento deve ser evitada.

Muito importante seguir as recomendações e realizar os procedimentos com profissionais qualificados para garantir a segurança do tratamento. Disponibilizamos esse procedimento em nossa clínica bem como outros para cuidar da sua pele. 

Entre em contato conosco e marque sua consulta!

att,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.