A Saúde das Unhas

Quando o assunto é unhas sabemos que a maioria das mulheres gosta de mantê-las bonitas e bem cuidadas. Mas, como saber se as unhas estão realmente saudáveis?

Unhas x Saúde

A aparência das unhas, seu formato, cor e textura podem dar a dica de que algo está diferente no seu corpo, podendo ser inclusive sinal de doenças sistêmicas:

  • Unhas fracas, quebradiças, secas e opacas, por exemplo, podem ser indicativo de hipotireoidismo;
  • Unhas arroxeadas, arredondadas e mais encurvadas podem estar relacionadas a doenças cardiovasculares ou pulmonares;
  • Unhas com faixas esbranquiçadas transversais ou unhas meio a meio (metade proximal esbranquiçada) podem estar presentes em pacientes com alterações renais;
  • Unha com depressões puntiformes na superfície da lâmina ungueal são notadas em doenças como alopecia areata e psoríase. 

Hábitos x Unhas

Esses foram apenas alguns exemplos de como é importante prestar atenção nas unhas e procurar um dermatologista em caso de qualquer alteração. Sabemos, no entanto, que a queixa mais comum relacionada a essa estrutura é a de unhas fracas, quebradiças e com descamação. Costumo explicar para os pacientes que algumas pessoas têm uma maior predisposição a desenvolver essa fragilidade ungueal e que certos hábitos colaboram para o surgimento mais frequente dessas alterações como:

  • A remoção das cutículas;
  • Uso de acetona;
  • Esmaltação;
  • Traumas ungueais frequentes (por digitação, por exemplo);
  • Manipulação de água e produtos químicos em excesso são alguns dos fatores que favorecem o surgimento das unhas fracas.

Mantendo as Unhas Saudáveis

Considerando tudo isso, separei algumas dicas para manter as unhas mais saudáveis e minimizar essas alterações que tanto incomodam:

  • Beba bastante água (em média, 2 litros ao dia): manter o corpo hidratado melhora o funcionamento de todos os órgãos, mas especialmente da pele e seus anexos;
  • Mantenha uma alimentação saudável, rica em frutas, verduras, fontes de proteína e minerais;
  • Evite remover as cutículas: a matriz da unha (local onde a lâmina é fabricada) se localiza embaixo da cutícula. Quando usamos a espátula e o alicate para remover essa camada protetora, provocamos pequenos traumas na matriz, levando ao aparecimento de irregularidades na sua superfície e deixando-a mais frágil;
  • Não use acetona. Prefira os removedores de esmalte sem esse componente, pois ele aumenta a fragilidade ungueal;
  • Dê um tempo dos esmaltes: a cada 2 semanas tente deixar suas unhas sem esmalte por 3-5 dias;
  • Hidrate as unhas e cutículas: a hidratação dessa região com produtos específicos ajuda a manter as cutículas mais transparentes, finas e delicadas;
  • Evite lixar a superfície das unhas;
  • Prefira os cortes de unhas mais arredondados nas mãos;
  • Não aplique produtos à base de formol, eles até deixam a unha mais endurecida, porém podem causar danos à estrutura das unhas, além disso, seu uso pode provocar dor/sensibilidade na região periungueal, formação de uma pele dura embaixo das unhas e até alergias.

E aí, vamos manter nossas unhas lindas e hidratadas? Se você gostou desse conteúdo ou ficou com alguma dúvida, comente aqui embaixo! Consulte seu dermatologista caso apresente alguma alteração nas unhas. Ele é o especialista mais indicado para te ajudar!

Para agendar uma consulta conosco entre em contato através (41) 3408.3353 /(41) 99184.3353.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.