Entenda a Diferença entre Cirurgia Convencional, Laparoscopia e Robótica

Quando falamos em cirurgia, existem basicamente três formas de se realizar alguns procedimentos: convencional, laparoscópica e robótica.

Cirurgia Aberta- Convencional

A forma convencional (também chamada de cirurgia aberta) é realizada através de incisões maiores, com uso de pequenos instrumentais. É a forma mais antiga de cirurgia, ainda muito utilizada e que depende de pouca tecnologia para ser executada.

Laparoscopia

A laparoscopia é um procedimento mais avançado que a cirurgia aberta (convencional), necessitando de instrumental específico e certa estrutura tecnológica. Está disponível em um maior número de hospitais brasileiros, mas infelizmente, não é disponível em todos os serviços de saúde. Essa técnica é realizada no Brasil há aproximadamente 35 anos e hoje é considerada padrão-ouro em vários procedimentos cirúrgicos. A laparoscopia utiliza o recurso de uma câmera 2D introduzida por um pequeno orifício (entre 5 e 10mm) no paciente, que é manipulada por um auxiliar e serve como os olhos do cirurgião. O cirurgião utiliza pinças específicas, mais longas e com limitação da movimentação (que também são introduzidas por pequenos orifícios na pele do paciente) para realizar o procedimento cirúrgico.

Cirurgia Robótica

A cirurgia robótica  é parecida com a videolaparoscopia, porém, utiliza-se de tecnologia ainda mais avançada. Disponível há menos de 20 anos, ainda é um recurso que está disponível em poucas cidades, apesar do crescimento nos últimos anos. Nesse tipo de cirurgia, o médico comanda um robô, composto de 4 braços, que através de pequenos orifícios na pele do paciente, realiza a cirurgia. Vale lembrar que o robô não opera sozinho, ele obedece aos comandos feitos pelo cirurgião. Na cirurgia robótica, a visualização do cirurgião é feita através de uma câmera 3D, que pode ampliar a imagem em até 10 vezes. A realização da cirurgia robótica exige um treinamento específico do cirurgião, necessitando de uma habilitação para realizar o procedimento.

Em comparação com a cirurgia convencional, as técnicas laparoscópicas e robóticas causam um menor tempo de internamento, retorno às atividades mais precoce, menor dor pós-operatória, menor sangramento. Além disso, a técnica robótica permite uma maior precisão dos movimentos, uma diminuição do risco de complicações cirúrgicas e o alcance em áreas de difícil acesso pela laparoscopia, como a pelve, por exemplo.

Vale lembrar que a avaliação da melhor técnica a ser realizada depende de vários fatores, sendo necessária uma avaliação completa para que seja possível a definição.

E aí, você já conhecia os avanços tecnológicos empregados em cirurgia? O que achou? Conhece alguém que já realizou este tipo de cirurgia?

Caso queira marcar uma consulta para avaliação do seu caso, entre em contato conosco através dos telefones (41) 3408.3353 ou (41) 99184.3353

Cirurgia Oncológica

CRM-PR 27751/ RQE 25604

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.